Covid-19: Seconci é parceiro na construção de hospital de campanha

April 8, 2020

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, em parceria com o Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo (Seconci SP), iniciou no domingo (5) as obras do Hospital de Campanha do Conjunto Desportivo Constância Vaz Guimarães, dentro do Complexo Ginásio do Ibirapuera, na Zona Sul da capital paulista para atendimento dos casos de coronavírus (Covid-19). Essa e outras ações de responsabilidade social do setor da construção neste momento de crise podem ser acessadas no site da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), na área ‘Como a CBIC pode te ajudar hoje?’. Confira aqui!

 

“O Seconci foi convidado para participar da guerra. Nós somos soldados e vamos enfrentar esta Covid-19. O Brasil precisa de todos! Seconci é Responsabilidade Social!”, afirma o presidente do Seconci-SP, Haruo Ishikawa.

 

“Somos parceiros da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo com Organização Social de Saúde Gestão de Unidades Públicas de Saúde do Estado de São Paulo (OSS) e administramos outras unidades de saúde do estado”, completa Ishikawa.

Da esquerda para a direita: Pietro Sidoti (assessor jurídico do Seconci-SP) e Haruo Ishikawa (presidente do Seconci-SP)

 

 

Com área total de 7.500 metros quadrados, serão 268 leitos, sendo 28 de estabilização, sala de descompressão, consultórios médicos e tomografia. As unidades estarão concluídas e equipadas com leitos temporários para o coronavírus (Covid-19), gases medicinais e totalmente climatizado para entrar em operação até o dia 1º de maio.

 

Estimada em R$ 12 milhões e com custeio mensal de manutenção da operação, R$ 10 milhões, a construção do hospital envolverá cerca de 800 profissionais, sendo por volta de 500 da área de enfermagem, contratados pelo Seconci-SP. Não há data prevista para o encerramento das atividades.

 

São Paulo conta ainda com outros dois hospitais de campanha que, ao todo, somará 2.240 leitos de baixa complexidade temporários na cidade. O primeiro, com 200 leitos, foi inaugurado no dia 6 de abril no Estádio do Pacaembu. O segundo, com 1,8 mil leitos de baixa complexidade, será inaugurado no dia 15 de abril, no Centro de Convenções do Complexo do Anhembi.

 

Na semana passada, o Ministério da Saúde acatou o projeto sugerido pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), encabeçado pelo empresário Pedro Botelho, do Distrito Federal, que será utilizado pelo Ministério de Infraestrutura como modelo para as obras dos hospitais de campanha de todo o país.

 

(Com informações da Folha de S.Paulo e da Agência Brasil)

 

Please reload